0

Evocação à cantora lírica na noite de 19 de Fevereiro

21 DE FEVEREIRO DE 2011
BARREIRO EM IMAGENS
 
Ver o Site da Papelaria Universal
 
 
 
 
 
 
 
 

Evocação à cantora lírica na noite de 19 de Fevereiro

Três horas de espectáculo homenagearam
Dulce Cabrita em Auditório Municipal lotado

“Benditos aqueles” que, com a sua “sensibilidade artística”, “ajudaram a moldar a nossa terra”, contribuindo “para o que ela é hoje”. “A todos aqueles que ajudaram a chegar aqui, o nosso muitíssimo obrigado”. “Um grande abraço a Dulce Cabrita”. Com estas palavras encerrou o Presidente da Câmara Municipal do Barreiro (CMB) as três horas de Homenagem a Dulce Cabrita, que a CMB/Coro da Universidade da Terceira Idade do Barreiro (CorUTIB) promoveram na noite do passado sábado, 19 de Fevereiro, lotando o Auditório Municipal Augusto Cabrita (AMAC). Com Carlos Humberto de Carvalho assinalaram o encerramento do evento o Presidente da Assembleia Municipal, Frederico Pereira, e a Vereadora da CMB com a Área da Cultura, Regina Janeiro.

O espectáculo foi dominado por uma conversa sobre a cantora lírica, na qual participou um painel composto pela sobrinha Manuela Cabrita, a amiga de infância e juventude, Maria Leonor Fernandes, e os, também, amigos e companheiros da vida artística, o Maestro António Vitorino d' Almeida e Carlos Consiglieri - moderada pelo jornalista António Sousa Pereira -, intercalada com a actuação da Camerata Musical do Barreiro (dirigida pelo maestro Lopes da Cruz), Animae Vox, o Coro Lopes Graça da Academia de Amadores de Música (dirigido por Ivo de Castro) e CorUTIB (Olga Panchenko) e a projecção de imagens da vida da artista. Mais de três centenas de pessoas assistiram.

Conhecendo-se “desde os tempos de escola”, a amiga Maria Leonor Fernandes lembrou a “grande amizade entre as famílias”, as noites do Teatro-Cine e os convívios, também, com a presença de Augusto Cabrita. A encerrar a conversa, agradeceu os “momentos de amizade e emoção” proporcionados.

“Lembro-me imenso dos concertos da minha tia” e “da grande amizade entre os meus pais, os irmãos (…)”, recordou Manuela Cabrita, que com ela partilhou os últimos três anos de vida. “Era uma pessoa fantástica”, “com uma memória prodigiosa”, uma “cultura fantástica” e uma “versatilidade soberba”, enalteceu. Manuela Cabrita agradeceu a “mensagem de grande amor, ternura” e “de grande competência” deixada pela tia.

Carlos Consiglieri falou dos momentos em que estiveram juntos no Coro Lopes Graça (na altura com outra denominação). Num período de ausência de liberdade, que o levou à prisão, Carlos Consiglieri recordou a “mulher verdadeiramente actuante”, com sentido de “cidadania”, “consciência”.”Lopes Graça tinha por ela uma estima sem limites”, disse, reconhecendo: “Dulce merece que hoje lhe façamos esta homenagem”. “Valeu a pena” conhecê-la. Aprendeu muito com ela nomeadamente na “dignidade” e no “profissionalismo”.

O trabalho de Dulce Cabrita foi “muito intenso e muito rico”, sublinhou o Maestro António Victorino d' Almeida. Foi “uma das figuras mais marcantes de várias gerações”. Victorino d’ Almeida sublinhou a extrema inteligência “na forma de abordar a música” e realçou a sua importância para que se criasse em Portugal uma geração de músicos “como nunca houve”.
Refira-se, como curiosidade, como o próprio frisou, a ligação do Maestro ao Barreiro é grande, já que seu pai nasceu no Barreiro.

“Dulce Cabrita é um dos nomes de que o Barreiro deve ter orgulho”, afirmou Sousa Pereira no lançamento da conversa. O jornalista falou do “amor que tinha pelo Barreiro” e da emoção nas suas palavras quando dele falava.

A representante do CorUTIB Maria Ausenda Zarco deu as boas-vindas aos “convidados especiais, familiares e amigos de infância” no espectáculo que “consagra a artista barreirense”.

Dulce Cabrita, homenageada pela CMB, em 1998, com o Galardão Barreiro Reconhecido, na Área da Cultura, faleceu em Novembro último, com 82 anos. Era irmã do fotógrafo/cineasta Augusto Cabrita, igualmente, distinguido pela CMB.

CMB 2011-02-21

 

 
 
 
  BARREIRO NOTÍCIAS
MERCADO 1º DE MAIO BARREIRO MAIS ARQUIVO FESTAS ARTISTAS PELA PONTE MALANGATANA ARTE GALERIA COMERCIAL  
FERREIRA DA LUZ RUI VELOSO  
DOCUMENTÁRIOS GENTE FOTOS VINCULADOS AO BARREIRO PERSPECTIVA 
BELMIRO FERREIRA CENTENÁRIOCUF  
SAUDADES DA FÁBRICA JOGOS
BAIRRO DAS PALMEIRAS BARREIRO
J.POLLOCK VIEIRA DA SILVA L. FREUDF. BACON AMÉRICO MARINHO PINTURA CUF BARREIRO FORUM BARREIRO ORIGINAL FILMS MOITA ALCOCHETE BARREIRO VITORINO DE ALMEIDA RESERVAS MUSEOLÓGICAS JOGOS JUVENIS CARO PROENÇA CRIMES DA CAMARRA JORGE MORAIS SALES LOPES FILMES
PAULO CALHAU SAUDADES DA CUF MERCEDES SOSA A CASA DOS FERROVIÁRIOS ALBINO MACEDO ZULMIRA BRANDÃO FASHION B MODEL MÚSICA PINTURA
MATA DA MACHADA FESTAS DO BARREIRO COMUNIDADE EDUCATIVA 2008  COMUNIDADE EDUCATIVA 2009  
FEIRA PEDAGÓGICA 2006 BARREIRO  OFICINAS DA CP FEIRA PEDAGÓGICA 2007  FEIRA PEDAGÓGICA 2008 J.POLLOCK  VINCULADOS AO BARREIRO PINTURA  FEIRA PEDAGÓGICA 2009 CUF ORIGINAL FILMS MOITA ALCOCHETE  FEIRA PEDAGÓGICA 2010 B FERREIRA
BAIRRO DAS PALMEIRAS VIDEO INFORMAÇÃO